Notícias

Dia do Homem

 

 

Homens brasileiros realizam mais afazeres domésticos e se importam com a aparência

 

No dia 15 de julho comemora-se o Dia do Homem com mudanças de comportamento e oportunidade para presenteá-los.

 

Eles ainda são minoria. De acordo com o IBGE, menos da metade da população brasileira – 48,5% – é formada por homens. Ainda nascem mais mulheres no país, mas o que seria delas sem uma presença masculina? Ele não precisa ser o namorado, o marido. Mas muitas vezes, é no sexo oposto que se encontra a figura de um grande amigo, um bom profissional ou um bom confidente. Detalhes e características que estão fazendo deles, os homens, seres humanos mais sensíveis, amorosos, sem perder a masculinidade e sem praticar o machismo.

Se estamos em busca de uma sociedade com direitos iguais, nada mais justo do que celebrar, assim como o Dia Internacional da Mulher (comemorado em 8 de março), o DIA DO HOMEM, em 15 de julho. Uma data criada para lembrá-los o quão são importantes, que precisam estar atentos com a saúde e necessitam se cuidar. Aliás, muitos já estão neste caminho. Uma pesquisa recente, realizada pela Google Brandlab São Paulo, mostrou que 93% dos entrevistados acreditam que cuidar da aparência é importante. Ao reconhecer que se preocupa com a beleza, o homem demonstra que ignora as ameaças, os rótulos e preconceitos. Pelo contrário, muitos já começam a ver o machismo como um real problema da sociedade.

Assim como as mulheres querem mais espaço no mercado de trabalho, eles estão realizando tarefas antes vistas como femininas. Segundo o IBGE, entre 2016 e 2017, aumentou o percentual de pessoas que executam afazeres domésticos, passando de 82,7% para 86%. Essa taxa cresceu mais entre os homens, com índice de realização de 78,7%. Outra demonstração é o destaque dos chefs de cozinha. O Guia Michelin, por exemplo – um famoso guia gastronômico – traz, na sua minoria, cozinhas de restaurantes chefiados por mulheres. Os homens ocupam mais de 90% desse espaço.

Quebrando paradigmas, o público masculino tem usado avental, comprado utensílios domésticos e gastado com roupas, sapatos, perfumaria e cosméticos. Os homens têm gostado de moda, se olhado no espelho, ido ao barbeiro e fazendo uso de produtos específicos. Nada disso abala moral ou impõe regras. São situações onde cada um pode ser como quiser, respeitando o próximo e admirando o outro.

E para um público que está apostando no visual um bom presente vai agradar. No comércio de Itajaí, quem desejar presentear um homem especial encontrará inúmeras oportunidades, desde uma lembrancinha até grandes marcas, nas ruas do centro ou dos bairros.

Dar um presente no dia do homem não é somente homenageá-lo, é um passo contra a intolerância, a falta de respeito. É demonstrar que não importa o sexo TODOS gostamos de boas surpresas e gestos de carinho.

 

Notícia no jornal dia dia:

 

Jornalista
Margareth Santos | 47 98421 6727
Apoio à imprensa

Notícias
  • Campanha da CDL de Itajaí inova e neste ano investe em influenciadoras digitais para se aproximar do cliente

    Continue lendo Clique e leia
  • Campanha da CDL/Itajaí já movimentou R$1,8 milhão no comércio local

    Continue lendo Clique e leia
  • CDL de Itajaí entrega os prêmios do primeiro sorteio da Campanha Compre com Sorte

    Continue lendo Clique e leia
Veja mais